Imagem

Festival do Japão 2016

Mais espaço! Mais E.S.P.A.Ç.O!

Como é a primeira vez que falo sobre ele aqui, vou fazer uma breve introdução:

O Festival do Japão é um evento que tem como tema principal a cultura japonesa, desde a sua gastronomia até as atrações. Bem diferente do que vê na maioria dos eventos só tem cultura japonesa no nome.

Como o evento acontecendo no São Paulo Expo Exibition & Convention Center desde a sua primeira versão, todos os anos frequento para me encontrar com meus amigos e cometer algumas gafes com as novidades na cozinha.

Mas esse ano teve algumas mudanças positivas!

As mudanças com relação ao ano anterior já começaram desde a Estação Jabaquara, não fiquei nem 10 minutos na fila esperando o ônibus para ir até o evento. A fila de espera foi bem rápida. Mas essa agilidade foi por causa de outra coisa.

O trânsito que sempre era um dor de cabeça gratuita nos arredores do evento acabou! Não você não leu errado, depois de tantos anos, finalmente o Governo deu um jeito naquele maldito trânsito na porta do evento. Antes tarde do que nunca.

E para completar, a São Paulo Expo ganhou uma Senhora Reforma, e um Edifício Estacionamento digno de Olimpíadas. Mesmo com suas 4500 vagas sinalizadas, essa beleza toda cobrou o seu preço conforme esta tabela.

Após tudo isso, finalmente tivemos acesso ao Festival do Japão em seu prédio reformado e ampliado. O que antes era um espaço coberto e outro aberto. Agora está tudo coberto. Ninguém mais via sujar as solas dos sapatos com terra e areia.

paisagem

いらっしゃいます!

2

Como já era de se esperar, estava bem cheio antes das 12h.

Esta foto acima, era do antigo local que antes era todo aberto, e terra por todo lado. Até o ano passado, parecia um canteiro de obras não terminadas. Mas felizmente, tudo mudou e para melhor. Algo que o Brasil precisa. Parabéns aos envolvidos.

5

Como não poderia faltar, parte das atrações principais que não poderiam faltar em um evento que leva a sério a cultura japonesa, e não apenas no mome.

6

Como não poderia faltar, a gastronomia japonesa em peso como merece. Além da enorme praça de alimentação com vários tipos de pratos típicos da Terra do Sol Nascente, houve até uma aula do chef que veio do Japão para ensinar como preparar no mínimos detalhes, juntamente com seu tradutor claro. Preciso saber seu nome que eu esqueci, gomen.

O evento como os anteriores é para toda família, tipo, toda mesmo. Não importa se você tem limitações ou não. Com várias áreas de recreação para todas as idades, falta do que fazer não tinha por lá.

Ficou cansado, haviam tatames só para descansar as pernas e ficar no whatapp. Agora se caminhar não é problema. Não faltou o que ser visto, principalmente.

E como uma imagem fala mais que mil palavras.

3

_MG_0753

4

 

 

Sim, foram poucas fotos, preciso ser menos preguiçoso e tirar mais fotos.

retrato
Olha quem apareceu por lá!

E teve cosplay sim, haviam mais fotos mas o Controle de Qualidade da Miku não autorizou a postagem das outras.

 

E carma lá que ainda não acabou as fotos.

 

2

Momento propaganda! Aproveitando para deixar minha divulgação para o seu Maid Café e pela fofura também. Em breve com uma loja física com atendimento diferenciado.

Chest of Wonders (em construção, mas fica com o link salvo), enquanto isso, visitem a sua Página do Facebook também. 

 

7

Sim!

Eu sinto cheiro de chocolate de longe, e doces e quitutes pra mim não pode faltar, os cupcakes e o mousse que fiz questão de comprar e levar. Parabéns! Quero ver vocês de novo no ano que vem!

Outro evento estava acontecendo naquele mesmo dia, o famigerado Anime Friends no Campo de Marte. Mas eu optei pelo Festival, que não apenas valeu a pena como estava bastante bonito.

Posso dizer que o pico foi por volta das 14h, quando já tinha uma lotação grande, principalmente na praça de alimentação, algo que teve os seus reflexos, pois em mais de 1 hora não havia mais salgados e doces. Acho que a demanda foi maior que o esperado pelos expositores.

Agora o que me deixou incomodado, foi o calor no interior, sendo que o mesmo era mais intenso na praça de alimentação. Os únicos lugares mais frescos, era perto das saídas devido a circulação de ar. E não havia ar condicionado no local.

Já fica a minha dica para quem sabe, tenhamos um sistema de arrefecimento mais eficiente no interior do pavilhão da São Paulo Expo.

Acabei indo embora um pouco cedo, por morar longe sai com antecedência, e também por andar bastante! Mas eu digo, valeu muito a pena.

Para quem procura um evento que mostra um pouco de como é a cultura japonesa, está recomendado!

Estarei lá novamente no ano que vem. E com um resumo mais completo, e com mais fotos (ou mais texto).

Obs: Peço desculpas pela qualidade das fotos, no momento estou usando um armazenamento bem limitado.

Anúncios